terça-feira, 8 de junho de 2010

Curso para Porteiros e Zeladores em Maringá - PR

Matéria publicada pelo Jornal Diário de Maringá
http://maringaimoveis.com.br/noticias/index/304357
  • Fiscalizar a entrada e saída de inúmeras pessoas ao mesmo tempo. Verificar as câmeras de vigilância. Ser sempre cordial. Estar atento a tudo que acontece. Estas são apenas algumas das várias tarefas que são cumpridas pelos porteiros em sua rotina de trabalho.

    A imagem que muitos têm do profissional que ocupa a portaria de prédios e condomínios residenciais é, por vezes, carregada de preconceito. De acordo com professor da Universidade Livre do Mercado Imobiliário e Condominial (Unihab), Adriano de Araújo Shampovski, este preconceito ainda existe, mas isso já está mudando graças a cursos que fazem com que a imagem desses profissionais, perante a sociedade, seja alterada.

    Porteiros trazem segurança e conforto para
    moradores.

  • Para a síndica de um edifício residencial de Maringá, Terezinha Girardi, promover a segurança e organizar o cotidiano dos moradores são as principais virtudes desses profissionais.“A imagem do porteiro inibe a ação de pessoas que possuem má intenção. Da mesma maneira, por acompanharem a situação dos moradores, eles ajudam a organizar a ida e vinda de todos, trazendo maior facilidade e comodidade”.
  • Shampovski explica que o porteiro moderno tem que estar adequado às novas exigências do consumidor e que sua função é muito mais complexa do que abrir e fechar portas.

    “O profissional dos dias de hoje necessita estar atualizado às tecnologias que são voltadas, principalmente, para as questões de segurança. Além disso, ele tem que conhecer as novas técnicas de atendimento e prestação de serviços”.

    Nesse sentido, o professor acrescenta que cabe ao profissional atender com excelência, realizar serviços administrativos e evitar roubos, acidentes e incêndios. Entretanto, para cumprir todas essas tarefas competentemente, ele necessita ter alguns requisitos básicos.

    “É indispensável que o porteiro tenha algumas características que não podem ser deixadas de lado: atenção, responsabilidade, discrição, iniciativa, gentileza e bom senso”, enumera.

    Vale a pena ressaltar que Maringá, por concentrar um crescente e promissor mercado imobiliário, aparece como um fértil campo para a admissão de porteiros. Isso porque novos condomínios residenciais e edifícios construídos resultam em novas oportunidades de trabalho para a categoria.

    “A cada condomínio que surge, são pelo menos quatro novos postos de trabalho diretos que aparecem, além dos indiretos”, analisa, Shampovski.

    Para estar em dia com as novidades que envolvem a profissão, cursos de reciclagem e treinamentos específicos para a área são disponibilizados.

    O Secovi-Maringá realizará, entre os dias sete e dez de junho, o curso Aperfeiçoamento em Técnica de Portaria e Zeladoria, que será direcionado a porteiros, zeladores e todos profissionais interessados no treinamento.

    Assim, além de atualizar profissionais que já estão inseridos no mercado de trabalho, o curso pode ser de grande utilidade para aqueles que estão desempregados e querem conquistar uma vaga nessa área.

    Dados do Sindicato dos Empregados em Condomínios e de Edifícios Residenciais Comerciais e Mistos (Secriath), estabelecem que Maringá possui aproximadamente dois mil porteiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário